Fotos & Fatos

FOTOS & FATOS Veja o que a família da PIBB tem promovido... :: NOVO - EXPRESSÃO DE VIDA 15 anos. veja + :: Viagem missionária à Carinhanha (Abril 2010). veja + :: Dia das Mulheres 2010. veja + :: Viagem missionária para a Bahia. Veja + :: De fant...

Pregações Bíblicas

Série Ministério de Jesus Exposição bíblica da ação ministerial do Mestre Faça download dos sermões proferidos pelo Pr. José Carlos da Silva - da série Ministério de Jesus - divulgando-a como açã...

Programação Semanal

NOSSA PROGRAMAÇÃO SEMANAL Venha celebrar o nosso Senhor Jesus Cristo Quarta - Culto de Celebração (20h) - Exposição Bíblica Quinta - Reunião da Mulheres (20h); Reunião dos Homens (20h) Sexta - Culto de Celebr...

Cultos Temáticos

CULTOS TEMÁTICOS SEMANAIS Sermões expositivos de livros da Bíblia... >> ATOS DOS APÓSTOLOS Pr. José Carlos (todas as quartas) - 20h >> EPÍSTOLA AOS ROMANOS Pr. Vinicius (todas as sextas) - 20h

Pequenos Grupos

PEQUENOS GRUPOS DA MOCIDADE Um espaço para celebrar a comunhão Terças 20h na igreja. (Tema livre) Lideres: Jônatas e Lorena. Quinta 20h. (Tema livre) - Pr. Marcos Leite. Sábados 18h30m na igreja. (Celebração da Disciplina) - Lideres: Sa...

As Medidas de Deus PDF Imprimir E-mail
Escrito por Pr. Dâmocles Vinicius   
Sex, 05 de Junho de 2009 04:00

    Êx 25.1-9: 1 Disse o SENHOR a Moisés: 2 “Diga aos israelitas que me tragam uma oferta. Receba-a de todo aquele cujo coração o compelir a dar. 3 Estas são as ofertas que deverá receber deles: ouro, prata e bronze, 4 fios de tecidos azul, roxo e vermelho, linho fino, pêlos de cabra, 5 peles de carneiro tingidas de vermelho, couro, madeira de acácia, 6 azeite para iluminação; especiarias para o óleo da unção e para o incenso aromático; 7 pedras de ônix e outras pedras preciosas para serem encravadas no colete sacerdotal e no peitoral. 8 “E farão um santuário para mim, e eu habitarei no meio deles. 9 Façam tudo como eu lhe mostrar, conforme o modelo do tabernáculo e de cada utensílio.

Deus determinou quais seriam as medidas do seu tabernáculo a Moisés. Tais medidas indicam o que agrada e serve ao Senhor. Atualmente somos o tabernáculo do Trino-Deus, sendo assim, que medidas devemos saber para servirmos melhor ao Pai?

1. A Medida da Plenitude de Cristo.

:: Ef 4.11-13 E ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres, 12 com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado, 13 até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo.

Observe que a finalidade dos carismas ou dons é o trabalho que edifique a igreja. Encontramos aqui uma medida final - maturidade e plenitude - que são desenvolvidadas na viva esperança do povo de Deus. O Espírito Santo almeja conduzir seus servos a um patamar de semelhança do nosso Senhor.

2. A Medida da autêntica imitação.

:: 1Ts 1.6 De fato, vocês se tornaram nossos imitadores e do Senhor, pois, apesar de muito sofrimento, receberam a palavra com alegria que vem do Espírito Santo. Assim, tornaram-se modelo para todos os crentes que estão na Macedônia e na Acaia. 

Outra benção que encontramos aqui é saber imitar o Modelo. Os santos de Tessalônica eram bem instruídos e visavam um comportamento e estilo de vida semelhante a Cristo. Tal imitação repercutiu de forma tão positiva que eles foram ‘modelo’ para os demais santos de outras cidades.

3. A Medida da Obediência

:: Jo 14.23 Respondeu Jesus: Se alguém me ama, obedecerá à minha palavra. Meu Pai o amará, nós viremos a ele e faremos morada nele.

A obediência é a medida de todo servo que se preze. Conhecer os princípios da sã doutrina, a verdade das Boas Novas, as promessas de Jesus, e tantas outros princípios cristãos, nos habilita a seguir o Mestre com critério. Mas, o amor é a força motriz que nos faz obedecer na medida certa. 

4. A Medida da Renúncia

Fp 3.4-9 Embora eu mesmo tivesse razões para ter tal confiança. Se alguém pensa que tem razões para confiar na carne, eu ainda mais: 5 circuncidado no oitavo dia de vida, pertencente ao povo de Israel, à tribo de Benjamim, verdadeiro hebreu; quanto à Lei, fariseu; 6 quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na Lei, irrepreensível. 7 Mas o que para mim era lucro, passei a considerar como perda, por causa de Cristo. 8 Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar Cristo 9 e ser encontrado nele, não tendo a minha própria justiça que procede da Lei, mas a que vem mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus e se baseia na fé.

A vida cristã tem, entre tantas características morais, a renúncia com característica disciplinar e missionária. Em nossos dias o discurso de “pagar o preço” é reinante, muitos estão buscando somente bençãos e prosperidade financeira, não importa o preço, o sacrifício é bem aceito e efetuado. Paulo apresenta seu currículo aos filipenses de forma minimizante, ao ponto de considerá-lo como esterco (fezes), pois, visava um novo currículo - a suprema grandeza do conhecimento de Jesus. Nada pode concorrer com Jesus e tão pouco os preços que são pagos, por inúmeros, podem afrontar a cruz de Jesus. A igreja é convocada a renunciar todas as afrontas, modismos e empecilhos que queiram substiruir a única verdade da Bíblia - Jesus.